Loading...

29 de maio de 2010

SERRA PROMETE UMA NOVA SUDENE NO PRIMEIRO SEMESTRE DO SEU GOVERNO




Presidenciável disse que órgão é indispensável para o planejamento da região

Serra disse ser um político de visão e atuação de âmbito nacional, enxergando o Brasil como um todo, não estando vinculado apenas ao Sudeste

Disse que alunos beneficiados pelo Bolsa Família terão bdireito a bolsas de estudo válidas para cursos profissionalizantes

José Serra prometeu que irá comandar pessoalmente a Sudene (Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste) nos seis primeiros meses de seu governo. A declaração foi feita durante o lançamento na pré-candidatura do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) ao governo de Pernambuco.
- "Vou acumular o trabalho de presidente da República com o de presidente da Sudene", afirmou o tucano,
Segundo Serra, a ideia é que ele comande uma reforma no órgão responsável por incentivar o crescimento econômico do Nordeste.
Serra surpreendeu ao prometer reformular a Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), cuja sede fica na capital pernambucana.
Criada em 1959 no governo de Juscelino Kubitscheck, a Sudene foi extinta em 2001 pelo presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC) em meio a denúncias de corrupção e questionamentos sobre a real efetividade do órgão. Em 2002, foi recriada como Agência de Desenvolvimento do Nordeste (Adene) até que, em 2007, foi rebatizada com o nome original. No entanto, a avaliação que prevalece entre políticos e economistas é de que a superintendência "renasceu natimorta", pois continua esvaziada e distante de promover o desenvolvimento da região.
O senador Sérgio Guerra, presidente nacional do PSDB, concorda com Serra e defende a proposta de reformulação da Sudene. Disse que a ideia não tem caráter eleitoral. "Não é (uma medida) para ganhar votos. É para ganhar conceito. Para avançar do ponto de vista dos projetos para o Nordeste. Não é eleitoral, é real. Fazer uma Sudene que, de fato, valha a pena". Jarbas Vasconcelos, por sua vez, foi mais comedido e disse que achava a proposta "importante". "Ele (Serra) pediu para falar comigo, mas não disse sobre o quê. A Sudene está totalmente esvaziada e ele (Serra) quer revitalizá-la".
Essa é a questão> Para muitos, a Sudene não seria mais necessária, até porque a economia no nordeste é diversificada. A Bahia é diferente de Pernambuco, e ambos são diferentes do Ceará. Serra diz que ela é indispensável para o planejamento do Nordeste. Disse ainda que, se eleito, vai acumular o cargo de presidente e superintendente do órgão durante seis meses.
-"Vou ser o superintendente da Sudene durante seis meses. Eu sei o que ela tem que fazer e, comandando, eu vou fazer ela funcionar porque é indispensável ter planejamento no Nordeste", afirmou.
O ato de lançamento da candidatura de Jarbas já estava no final quando o senador avisou ao público que Serra queria falar novamente. Depois do anúncio envolvendo a Sudene, o presidenciável justificou aos jornalistas que pretende comandar pessoalmente a superintendência para evitar que ela seja novamente esvaziada. "Eu ia anunciar em outro momento e resolvi fazer hoje. Quero refazer aquela obra de maneira original".
José Serra disse também que se considerava um político de abrangência nacional. "Eu sempre fui, sou e continuarei sendo um político nacional, enxergando o Brasil como um todo". Acrescentou que os alunos atendidos pelo Bolsa Família terão direito a bolsas de estudos válidas para cursos profissionalizantes.

Nenhum comentário: