Loading...

28 de abril de 2009

Itamar Franco pode ser o vice de Serra

O ex-presidente Itamar Franco (sem partido) estuda um convite para se filiar ao PPS e seu nome já vem sendo apontado como uma possível carta na manga da oposição para tentar unir os dois maiores colégios eleitorais do País na eleição presidencial de 2010. Reservadamente, tucanos paulistas passaram a cogitar Itamar, ex-governador de Minas, como candidato a vice numa eventual chapa encabeçada pelo governador José Serra (SP). A hipótese seria uma alternativa à proposta de chapa "puro-sangue", até então rechaçada pelo governador mineiro Aécio Neves, também pré-candidato do PSDB ao Palácio do Planalto. Embora ácido crítico do governo Fernando Henrique Cardoso, Itamar sempre nutriu boas relações com Serra. Nos últimos anos, no entanto, tornou-se um fiel aliado de Aécio, que assumiu o Palácio da Liberdade em 2003 com apoio do ex-presidente. Atualmente, Itamar, de 78 anos, ocupa o cargo de presidente do Conselho de Administração do Banco de Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais (BDMG), e seu grupo defende abertamente a candidatura de Aécio no PSDB. O convite a Itamar foi feito há cerca de um ano e no último encontro com dirigentes nacionais e estaduais do partido, ele prometeu tomar uma decisão em maio ou junho. "Não é apenas mexer uma peça do xadrez, ele vai mudar o jogo", acredita o presidente nacional do PPS, Roberto Freire (PE).


Fonte : Tribuna do Brasil
Data : 28 de abril de 2009

Ex-presidente é visto por Roberto Freire como possível candidato a vice-presidente de Serra, como alternativa a uma chapa ""puro-sangue""O ex-presidente Itamar Franco (sem partido) estuda um convite para se filiar ao PPS e seu nome já vem sendo apontado como uma possível carta na manga da oposição para tentar unir os dois maiores colégios eleitorais do País na eleição presidencial de 2010.Reservadamente, tucanos paulistas passaram a cogitar Itamar, ex-governador de Minas, como candidato a vice numa eventual chapa encabeçada pelo governador José Serra (SP). A hipótese seria uma alternativa à proposta de chapa "puro-sangue", até então rechaçada pelo governador mineiro Aécio Neves, também pré-candidato do PSDB ao Planalto.Embora ácido crítico do governo Fernando Henrique Cardoso, Itamar sempre nutriu boas relações com Serra. Nos últimos anos, porém, tornou-se um fiel aliado de Aécio, que assumiu o Palácio da Liberdade em 2003 com apoio do ex-presidente. Atualmente, Itamar, de 78 anos, ocupa o cargo de presidente do Conselho de Administração do Banco de Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais (BDMG) e seu grupo defende abertamente candidatura de Aécio no PSDB.O convite a Itamar foi feito há cerca de um ano e no último encontro com dirigentes nacionais e estaduais do partido, ele prometeu tomar uma decisão em maio ou junho. "Não é apenas mexer uma peça do xadrez, ele vai mudar o jogo", acredita o presidente nacional do PPS, Roberto Freire (PE), que ontem participou de um evento da legenda em Belo Horizonte.Ex-líder na Câmara no governo Itamar (1992-1994), Freire ressalta que o PPS tem como pressuposto na articulação da eleição presidencial a unidade das oposições, o que significa não alimentar um racha entre Aécio e Serra. "Que seja mais um evento para ajudar na unidade, criando alternativa", diz. "Isso foi dito, inclusive, ao Itamar e ele concorda plenamente."O PPS mineiro integra a base de apoio a Aécio e trata o assunto com cautela. Para o presidente estadual da legenda, Juarez Amorim, ainda é prematura qualquer especulação sobre a participação de Itamar na próxima corrida presidencial. "Obviamente, se a gente tiver consolidado o ingresso dele no partido, aí vamos conversar sobre o conjunto das eleições. Afinal, ele é um ex-presidente que preserva prestígio no Brasil inteiro. E é um ex-governador que aparece muito bem nas pesquisas em Minas", diz Amorim.A ideia de juntar Serra e Itamar numa chapa é recebida com desconfiança por interlocutores próximos do ex-presidente. "Isso aí não foi conversado não", afirma o ex-deputado Marcello Siqueira. "A gente pensa na candidatura do governador Aécio." Siqueira afirma que Itamar "não está pensando eleitoralmente nesse momento", mas "caminha" para se filiar ao PPS.Para ilustrar as afinidades entre o partido e o ex-presidente, Freire lembra que um livro sobre a Presidência de Itamar está sendo finalizado e será brevemente editado com a participação da Fundação Astrojildo Pereira, ligada ao PPS. O Estado não conseguiu contato ontem com Itamar, que estava em Juiz de Fora (MG).