Loading...

1 de junho de 2010

DIRCEU E PROTÓGENES, TROCAM AMABILIDADES NA FESTA DE ORLANDO SILVA

A Paulicéia ficou em festa no aniversário de 39 anos do ministro dos Esportes, Orlando Silva Jr. A festa reuniu cartolas do esporte, e alta cúpula petista, além de empresários que vivem à custa das receitas do esporte nacional. A comemoração foi no restaurante Praça São Lourenço, em São Paulo, na noite desta segunda-feira (31). Um grupo de jazz distraia os convidados do ministro que é também dirigente do PC do B, que em 9 de junho, o ministro viajará para a África do Sul, de  saída para a Copa.
Presentes, o presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Ricardo Teixeira; o pré-candidato do PT ao governo de São Paulo, Aloizio Mercadante; o ex-ministro José Dirceu; o pré-candidato do PCdoB ao Senado, Netinho de Paula; o delegado federal Protógenes Queiroz ( que também é filiado ao PC do B); o presidente da Federação Paulista de Futebol, Marco Polo Del Nero; os presidentes do São Paulo, Juvenal Juvêncio, e do Santos, Luis Álvaro de Oliveira; e o filho do presidente da República, Lulinha.
Às 23h, Orlando Silva agradeceu a celebração, organizada por sua mulher, a atriz Ana Cristina Petta, e lembrou que não será candidato em 2010, acenando apoio para o ex-presidente da UNE Gustavo Petta.
O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu chegou mais tarde ao evento. Antes de sentar-se na mesa do presidente do PT de São Paulo, Edinho Silva, o petista se encontrou com o delegado Protógenes, pré-candidato do PCdoB a deputado federal. Dirceu foi citado em trechos e diálogos do inquérito da Operação Satiagraha.
- Ó o delegado que quis me prender! - anunciou, alto, Zé Dirceu.
E abraçou-o.
"Você tá em campanha?", quis saber o ex-ministro. Ambos trocaram confidências e amabilidades e cuparam a imprensa pelo que denominaram “a maldade das fofocas que envenenaram a relação dos dois” "Está tudo acabado", entreouviu-se, ao selarem as pazes. Protógenes afirmou a Dirceu que as intrigas nasceram dos "adversários do presidente Lula". Não se beijaram, mas trocaram o longo e demorado abraço. Foi lindo...
Até as 2h, a festa ainda não havia acabado, como prometeu Orlando Silva. Ao lado da banda de jazz, que a essa altura improvisava com um cantor de hip-hop, ele dançava e recebia os abraços dos retardatários.
Terra Magazine


A alta burguesia petista esteve reunida numa festinha na paulicéia, comemorando o aniversário do ministro Orlando Silva dos esportes e do partido comunista,. Marcou presença a mais graúda cartolagem do futebol dest’país, acompanhada do petezéu da mais fina linhagem. A cereja do bolo foi a chegada do comissário José Dirceu e seu encontro com o delegado federal comunista Protógenes Queiroz.

Fizeram as pazes, foi lindo.
- “Ó o delagado que quis me prender!”, falou  Dirceu, abraçando seu algoz na operação Satiahagra e selando a paz. “Você é candidato?”, puxou o animado papo, ouvindo-se então que a intriga estava acabada e de Protógenes para o comissário "Joseph" que as “intrigas” nasceram dos "adversários do presidente Lula".

Nenhum comentário: