Loading...

12 de junho de 2010

RESUMO DOS JORNAIS: JORNAL DO BRASIL

------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Brasil

Manchete: Ninguém é de ninguém na abertura da Copa
A Copa do Mundo começou com uma grande festa da torcida sul-africana no Soccer City. Que poderia ter sido melhor se o time de Parreira tivesse vencido. Tshabalala abriu o placar, mas a África do Sul cedeu o 1 a 1 ao México, gol de Rafa Marquez. Na Cidade do Cabo, os campeões do mundo França e Uruguai não corresponderam à expectativa e fizeram um espetáculo de dar sono: 0 a 0. (Pág. 1 e Esportes, págs. D4 e D5)

Morre bisneta de Mandela. (Pág. 1 e Internacional, pág. A14)

Festa da torcida em Copa. (Pág. 1 e Esporte, pág. D3)
Todos os senadores do DEM e do PSDB votaram contra o Rio
Bancada prejudicou mais de um estado apenas para fazer oposição ao governo federal

Dos 28 senadores do DEM e do PSDB, 26 fizeram oposição ao governo federal e votaram contra o Rio, reduzindo o repasse de royalties do petróleo. Para cientistas políticos, o tiro pode ter saído pela culatra: a votação amplia a rejeição ao pré-candidato tucano José Serra - apoiado pelo DEM - já em baixa no terceiro eleitorado do país. (Pág. 1 e Tema do dia, págs. A2 e A3)
Requião parte para confronto no PMDB
O ex-governador Roberto Requião disputará hoje os votos do PMDB, em convenção, para ser candidato à Presidência. Porém, a tendência é pela coligação com o PT, tendo Michel Temer como vice de Dilma Rousseff. O PSDB confirmará, em Salvador, o nome de José Serra. (Pág. 1 e País, pág. A6)
Taxa seria saída
A pedido do Jornal do Brasil, o advogado tributarista João Maurício de Araújo Pinho sugere que os municípios afetados pelo corte radical do repasse nos royalties de petróleo sejam compensados através da criação de uma taxa cobrada sobre exportações de produtos derivados. A sugestão, que interessou prefeitos da região, é a de criar a cobrança via lei ordinária. (Pág. 1 e Tema do dia, págs. A2 e A3)
Receita vai agir contra práticas dos coreanos
Importadoras brasileiras de carros da Coreia do Sul podem ser autuadas e multadas. A Receita investiga se empresas com Hyundai, Kia e SangYong vendem produtos abaixo do preço do mercado. Após pagar os impostos, no Brasil elas conseguem vender por valores mais baixos. (Págs. 1 e Economia A12)

Primeira Página
Todos os senadores do DEM e do PSDB votaram contra o Rio
Receita vai agir contra práticas dos coreanos

Editorial
Um grande poder conciliador

Colunas
Coisas da Política :: Mauro Santayana
Informe JB :: Leandro Mazzini

Opinião
Segurança é com o PSDB :: Márcio Fortes

País
Oposição ao governo e ao Rio
Tucanos e democratas não veem prejuízos
Ompetro vai apoiar mandado de segurança
Produtores podem criar taxa para repor perdas
O poder volta para casa
PSDB e PMDB fazem convenções

Economia
Importadoras podem ser multadas por subfaturar
Minério leva IGP-M à maior alta desde 2002
Mensalidades vão ficar até 6,73% mais caras

Nenhum comentário: