Loading...

12 de junho de 2010

DILMA NEGS USO DE NOTA FRIA NA CAMPANHA


FOLHA DE S. PAULO

Presidente do PT afirma que legenda não é um "fiscal do INSS" e não controla a relação da Lanza com terceiros

Secretário nacional de Comunicação do PT, André Vargas, afirma que problema não é da sigla, mas da empresa

DO ENVIADO ESPECIAL A TIRADENTES
DE BRASÍLIA

"Você está confundindo, meu filho. Na minha campanha não tem notas frias", disse Dilma Rousseff (PT) em Tiradentes (MG), negando irregularidades em sua pré-campanha à Presidência.

Dirigentes do PT também dizem que não são responsáveis pelos eventuais problemas da Lanza Comunicação, empresa contratada para a pré-campanha de Dilma.

Reportagem de ontem da Folha mostrou que a Lanza remunera jornalistas e técnicos da pré-campanha com notas fiscais frias, emitidas por uma microempresa sem funcionários, cuja sede fica num apartamento residencial, a Cinco Soluções.

"Não somos fiscais do INSS. O partido contratou o serviço e tem que fiscalizar o serviço que contratou. A relação dela com terceiros foge à nossa jurisdição", afirmou José Eduardo Dutra, presidente nacional do PT.

O secretário nacional de Comunicação do PT, André Vargas, foi na mesma linha: "Se houve, isso é problema de contabilidade deles, a campanha não tem nenhuma responsabilidade".

Em e-mail à Folha, a Lanza afirmou ontem que "os profissionais estavam prestando serviços provisórios" e que a "Cinco presta serviços regularmente e tem sede comercial no bairro Sudoeste, em Brasília". Contudo, o registro na Receita aponta um apartamento em Gama.O dono da Cinco, Jeová Sousa Júnior, 27, afirmou que trabalha para a Lanza na "revisão de textos jornalísticos

Nenhum comentário: