Loading...

7 de junho de 2010

DILMA TEM 43% ENTRE ASSISTIDOS PELO GOVERNO



Autor(es): Daniel Bramatti

O Estado de S. Paulo - 07/06/2010

DILMA BATE SERRA POR 43% A 33% ENTRE BENEFICIADOS POR PROGRAMAS SOCIAIS

A pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, tem 43% das intenções de voto entre os eleitores beneficiados por programas sociais do governo federal, segundo a pesquisa Ibope/Estado/TV Globo. O pré-candidato do PSDB, José Serra, tem 33%. No segmento não beneficiado, o tucano lidera, com 38% a 34%. (Págs. 1 e Nacional A4)

Dossiê. Ex-integrante da campanha de Dilma, Luiz Lanzetta disse que está à disposição para depor sobre reunião com arapongas.

Pesquisa Ibope/Estado/TV Globo mostra que auxílios federais, como o Bolsa-Família e o Prouni, chegam a 30% dos domicílios brasileiros; esse segmento do eleitorado está dividido entre a pré-candidata governista e os oposicionistas do PSDB e do PV

A pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, tem dez pontos porcentuais de vantagem sobre o tucano José Serra no segmento do eleitorado beneficiado por programas sociais do governo federal, segundo a pesquisa Ibope/Estado/TV Globo.

Dilma tem 43% das intenções de voto entre os eleitores que recebem auxílio governamental e Serra, 33%. Já no segmento não beneficiado, o tucano tem 38% contra 34%. No universo total de entrevistados, os dois aparecem empatados, com 37%.

O levantamento revela que os programas do governo federal chegam a 30% dos domicílios do País. O mais abrangente é o Bolsa-Família, que tem beneficiários em 22% dos domicílios. A seguir vem o Farmácia Popular, com 4%. Nenhum dos demais programas listados pelo Ibope teve mais de 1% das citações.

Os números mostram que a pré-candidata petista tem apoio significativo entre os atendidos por programas federais, mas, ao menos por enquanto, derrubam a tese de que esse grupo penderia de forma quase homogênea para o lado governista na eleição. Descontados os indecisos e os que pretendem votar em branco, esse eleitorado está dividido ao meio: metade fica com Dilma e metade com os dois principais candidatos de oposição: Serra e Marina Silva (PV).

Discurso. O fator desinformação pode ter peso significativo nesse quadro, já que entre os mais pobres é maior o porcentual de eleitores que ignora o fato de que Dilma é a candidata da situação. Para conquistar votos nesse segmento, Serra tem adotado o discurso de que manterá e ampliará o Bolsa-Família caso chegue ao Palácio do Planalto.

Atualmente, um terço dos eleitores de Dilma são beneficiados por algum programa governamental. No caso de Serra, esse grupo forma um quarto de seus simpatizantes.

Para mediar a influência do braço social do governo na eleição, o Ibope listou 13 programas federais e perguntou aos entrevistados se eles ou alguém de sua família são beneficiados.

O peso dos programas se revelou maior no Nordeste, região em que Dilma colhe seus melhores resultados na pesquisa ? lidera por 47% a 27%. Mas a influência da área social é menor no Norte/Centro-Oeste, outra região em que a petista está à frente de Serra, por 43% a 31%. Dos entrevistados que se declararam diretamente beneficiados pelo Bolsa-Família, por exemplo, 53% são do Nordeste, 28% do Sudeste, 11% do Norte/Centro-Oeste e 7% do Sul.

Nenhum comentário: