Loading...

8 de julho de 2010

RESUMO DOS JORNAIS: FOLHA DE SÃO PAULO


Folha de S. Paulo

Manchete: Divórcio passa a ser mais rápido
Pedido poderá ser feito assim que casal decidir pelo final do casamento, sem a necessidade de aguardar prazo

Depois de polêmica com setores ligados a instituições religiosas, o Senado aprovou, em último turno, a proposta de emenda à Constituição do divórcio direto. Agora, o pedido de divórcio poderá ser imediato, feito assim que o casal decidir pelo término do casamento.
Essa alteração acaba com os prazos entre o fim da convivência do casal e o divórcio. Hoje, o divórcio pode ser pedido depois de um ano da separação formal ou após dois anos da separação de fato. A mudança será promulgada. Não é necessária sanção presidencial.
A mudança "vai economizar custas processuais e sofrimento", afirmou o deputado Sérgio Carneiro (PIBA), que apoia a alteração.
A CNBB queria "prazo de reflexão" de seis meses. Para o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), evangélico, houve precipitação. (Págs. 1 e C1)

Goleiro se entrega; sangue no carro era mesmo da ex
O goleiro Bruno e o amigo dele Luiz Henrique Romão, o Macarrão, se apresentaram à policia no Rio. Bruno foi indiciado sob a acusação de ser o mandante do sequestro de Eliza Samudio.
Macarrão e o primo do goleiro também foram indiciados. A polícia afirmou que o sangue no carro de Bruno era mesmo dela. O primo de Bruno, menor de 17 anos, afirmara à polícia que Eliza foi morta e jogada aos cães.
O goleiro negou as acusações. Segundo seu advogado, Bruno está "estarrecido". Ao se apresentar à polícia, ele foi vaiado e chamado de "assassino". (Págs. 1 e C4)

Foto legenda: Bruno detido na Polinter do Andaraí, zona norte do Rio
Táxis paulistanos vão voltar a ter publicidade
Menos de quatro anos após ter sido banida das ruas de SP pela Lei Cidade Limpa, a publicidade está prestes a voltar nos táxis.

Em cima dos carros, luminosos trarão mensagens sobre eventos turísticos, atrações culturais e campanhas públicas, como a vacinação.

Os primeiros 300 táxis que participarão da experiência (quase 1% da frota da cidade, de 32 mil) devem circular no início de 2011.

A iniciativa, da própria prefeitura, vale-se de brecha na lei que prevê "anúncios especiais", como os de interesse cultural. (Págs. 1 e C5)

Cuba deverá libertar cinco prisioneiros políticos hoje
Cuba soltará cinco presos políticos a partir de hoje e promete liberar outros 47 em até quatro meses, anunciou a Igreja Católica, que desde maio negocia com a ditadura dos irmãos Castro.

Ativistas voltaram a pedir a liberação dos 167 presos políticos cubanos. (Págs. 1 e A12)

PT vai vender bonecos de Lula nas suas lojas
O PT planeja lançar bonecos de Lula a serem vendidos em lojas do partido e eventos de campanha, informa Renata Lo Prete. Os "Lulinhas", de 15 cm, terão duas versões, de terno e de camisa da seleção. (Págs. 1 e A4)

Mercado: Camargo Corrêa investirá na produção de cimento R$ 14 bi (Págs. 1 e B4)

Editoriais
Leia "Pequeno progresso", sobre aumento dos investimentos públicos federais; e "Vai 'pegar'?", acerca da aplicação da lei da Ficha Limpa. (Págs. 1 e A2)

Primeira Página
Divórcio pasa a ser mais rápido
Cuba deverá libertar cinco prisioneiros políticos hoje
PT vai vender bonecos de Lula nas suas lojas

Editorial
Pequeno progresso
Vai "pegar"?

Opinião
São Paulo - Clóvis Rossi: Copa, voto e bem-estar
Brasília - Valdo Cruz: Mau começo
Rio de Janeiro - Cristina Grillo: Tristeza profunda
Kenneth Maxwell: A responsabilidade
Painel do leitor

Colunas
Painel
Mônica Bergamo
Mercado Aberto
Toda Mídia :: Nelson de Sá

Tendências | Debates
Wagner Rossi: Agricultura e preservação ambiental
Yvonne Maggie: Uma lei para dividir a nação

Poder
Político "ficha-suja" deve conseguir disputar eleição
Supremo agora precisa eliminar as dúvidas sobre a Lei da Ficha Limpa
Ibama investiga fazenda do vice de Marina na Bahia
Marina ironiza disputa sobre o Bolsa Família
Receita apura se dinheiro em casa tem origem lícita
Serra diz que é "incrível" Dilma assinar programa
Após promessa, SP amplia seu "Bolsa Família"
Petista critica promessa de tucano sobre Bolsa Família
Cansado, Lula deve faltar à final da Copa
Congresso eleva para 30% limite de remanejamento de verba do PAC
Governo abre brecha para superávit menor
Câmara aprova plano de salários e cargos no Senado
Acordo deixa em aberto reajuste do salário mínimo no Congresso
PM e grevistas do Judiciário entram em confronto em SP
Proposta prevê fim de aposentadoria a juiz corrupto
Para mídia, limite a capital estrangeiro é desrespeitado
Entidades criticam entraves à liberdade de expressão no país
Reportagem fiel a inquérito não gera dano moral, diz TJ
Novo horário para a "Voz do Brasil" avança no Senado
Comissão de juristas é instalada para reformular Código Eleitoral

Mercado
País perde manufatura, diz indústria
Deficit na indústria piora em 2010
Para governo, país não passa por desindustrialização
Brasil importa alta tecnologia chinesa
Quando acabar a farra, o que sobrará da indústria?
Camargo investe R$ 14 bi em cimento
Doméstico pode ter imposto reduzido
Telefónica tenta derrubar veto pela Vivo
Mulheres voltam ao mercado de trabalho
Produtor do PR e RS quer barrar redução no preço mínimo do trigo
Mato Grosso busca novas variedades
Alto preço da terra faz rebanho bovino migrar para regiões de fronteira do país
Lula critica ricos por tentar "tabelar" preço de commodities
País tem maior saída de dólares desde 2008
Estatal do pré-sal é aprovada no Senado
Benefício da Zona Franca de Manaus é prorrogado
Senado amplia licença-maternidade

Mundo
Cuba diz que vai soltar 5 presos políticos
No Brasil, candidatos elogiam promessa cubana de libertação
Anúncio expõe a omissão do governo Lula

Ciência
Indústria paga técnico ambiental público no PA
Contratações são praxe, afirma a secretaria do PA
Lei florestal dá anistia de R$ 10 bi, diz ministra


Cotidiano
Lei que agiliza o divórcio é aprovada
Lobby da igreja tentou barrar PEC do divórcio
O divórcio-relâmpago fragiliza ainda mais a família
OAB entra na Justiça contra grampo em presídio do Paraná
Senado aprova nova legislação para o lixo
Avança lei que pune quem fala mal de pai e mãe
Intervenção do Estado é reduzida, afirma advogado
Para professora, fim do "culpado" cria insegurança


Esportes
Casa Brasil
Para ministro, custo é pequeno ante o sucesso
Sem licitação, governo arca até com exposição de acervo da CBF
Com verba pública, 87 vão à Copa
Governos negam que as viagens sejam a turismo
Kassab e CBF retomam negociação sobre estádio
Senado veta xingamento nos estádios

Nenhum comentário: